18 de agosto de 2017

Rosquinha de Leite Ninho


Dia desses uma amiga ficou me falando de uma rosquinha de leite ninho que vendia aqui perto de casa, disse que era maravilhosa e que eu tinha que provar. O que eu fiz? Corri lá para comprar, mas não tinha.
Fui outro dia, mas também não tinha. A atendente, muito educada (só que não) me disse que não sabia os dias que teriam a tal rosquinha.
Voltei para casa indignada e determinada em preparar a minha própria rosquinha. Ainda bem que fiz isso, ficou uma delícia, bem fofinha e com muito leite ninho.
Já coitei pra vocês que tenho um caso de amor com leite ninho? Quando criança eu comia escondido da minha mãe. hihihihi

Vamos lá?


Rosquinha de Leite Ninho da Máh

200ml de leite morno
1/2 xícara de açúcar
10g (1 envelope) de fermento biológico seco
2 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
2 colheres (sopa) de óleo vegetal
1 ovo
1/3 de xícara de leite ninho
1/2 colher (chá) de sal
Farinha de trigo

Para finalizar
1/2 xícara de açúcar
1/4 de xícara de água
Leite ninho

Como fazer?

Misture metade 1/4 de açúcar com o fermento e o leite e deixe descansar por 5-10 minutos.
Junte o restante do açúcar, a manteiga, o óleo, o ovo, o leite ninho e 1 xícara de farinha de trigo e mexa bem com uma colher de pau ou espátula. Junte o sal e mais um pouco de farinha.
Vá juntando a farinha aos poucos e quando a massa ficar pesada para mexer com a colher, comece a sovar. Acrescente farinha aos poucos e sove por pelo menos 10 minutos. A massa fica lisa, elástica, desgrudando da mão, porém úmida.
Deixe a massa descansar na tigela coberta com papel filme por 1 hora ou até dobrar de tamanho.
Dê soquinhos na massa para tirar o ar. Divida a massa e modele como desejar (eu fiz dois 'cordões', enrolei um no outro e enrolei como rosquinha) e deixe-as descansar já na forma (untada e enfarinhada) onde serão assadas por mais 1 hora ou até dobrar de tamanho.
Asse-as em forno médio, pré-aquecido, até dourar (as minhas assaram em menos de 15 minutos). Deixe as rosquinhas esfriarem sobre uma grade enquanto prepara a calda.
Para a calda, misture a água e o açúcar e leve para ferver até engrossar, mas sem deixar caramelizar. Pincele as rosquinha e polvilhe o leite ninho a gosto por cima.


Espero que gostem. :)

Beijocas e até a próxima!

10 de agosto de 2017

Empada de abóbora com carne de sol e requeijão


Jamais uma receita foi postada tão rápida nesse blog. Pasmem.
Criei e fiz a receita ontem e, de tantos pedidos e ameças, estou postando hoje (perdoem as fotos, não deu para produzir mais).
Eu amo empada e me deu vontade de preparar uma empada de carne de sol. Daí me lembrei o tanto que carne de sol com abóbora fica divino, resolvi usar também. Mas eu queria na massa e pela internet a fora só achei receitas em que a abóbora é usada no recheio. Então coloquei a cabecinha para funcionar e nasceu essa delícia.

Vamos lá?


Empada de abóbora com carne de sol e requeijão da Máh
(rendeu 8 empadas de 8cm)

Massa
2 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara (mais ou menos 100g) de manteiga gelada
3/4 de xícara de abóbora cozida, amassada e fria
1/2 colher (chá) de sal
Água gelada

Recheio
400g de carne de sol cozida e desfiada*
1 cebola fatiada em meia lua
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1/2 xícara do caldo do cozimento da carne
1/3 de xícara de requeijão cremoso
Sal, pimenta, orégano e coentro fresco, a gosto

Como fazer?
Para a massa, misture a farinha e o sal e esfarele a manteiga na farinha, com a ponta dos dedos até ficar ficar com o aspecto de areia molhada. Junte a abóbora e tente formar uma massa compacta e macia. Se for necessário junte água. Deixe a massa descansar na geladeira enquanto prepara o recheio.

Para o recheio, coloque o azeite em uma panela grossa ou frigideira e refogue a cebola. Quando ela começar a dourar, junte a carne e refogue mais uns 2 minutos. Coloque a farinha, mexa bem para dourá-la e junte o caldo da carne. Mexa até engrossar. Junte o requeijão, acerte o tempero a gosto e desligue.

Para a montagem, abra a massa nas forminhas utilizadas (ou use uma forma grande), coloque o recheio, e feche com mais massa, caso deseje, pincele com um ovo batido (eu não pincelei). Asse em forno pré-aquecido até dourar.

*Eu procuro usar uma carne de sol com pouco sal, lavo bem e cozinho na pressão com cenoura, cebola, alho, louro e o que mais tiver à mão. Depois de cozida, ainda fico com um caldo de carne prontinho.


Espero que gostem. :)
Beijocas e até a próxima.

7 de agosto de 2017

Pão de talo de couve-flor


Continuo no meu vício por pães.
Dia desses meu pai me deu um couve-flor do tamanho da minha cabeça. Fiz assada, fiz creme, fiz até pizza. Confesso que gosto de comer os floretes, mas não sou fá dos talos grossos, foi ai que nasceu esse pão.
Geralmente congelo os talos para usar em cremes, mas dessa vez foi no pão. Ficou uma fofura, além de delicioso. Mas veja bem, nada impede de você usar qualquer parte do couve flor, tá?
Vamos lá?


Pão de talo de couve-flor da Máh
(rendeu 12 pãezinhos e 1 pão de forma)

2 xícaras de talos de couve-flor picados e cozidos até ficarem macios (cerca de 180g)
1/4 de xícara de açúcar
1 xícara de leite morno
10g de fermento biológico seco
1/2 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de óleo vegetal
2 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
1 ovo
Farinha de trigo até dar o ponto
Ovo e açúcar para finalizar (opcional)

Como fazer?
Bata no liquidificador os talos de da couve-flor como leite morno e o açúcar até obter um creme liso.
Junte o creme com o fermento, misture e deixe descansar por 5-10 minutos.
Acrescente o ovo, o óleo, a manteiga e 1 xícara de farinha e mexa bem.
Junte o sal e vá juntando a farinha e mexendo, quando a massa ficar pesada para mexer com a espátula, passe para uma bancada enfarinhada e comece a sovar.
Sove por uns 10 minutos, enfarinhando se necessário. A massa solta das mãos mas permanece úmida. Cuidado para não colocar farinha em excesso.
Forme uma bola com a massa, coloque em uma tigela untada com óleo, cubra e deixe crescer até dobrar de tamanho.
Após esse tempo, retire o ar da massa, modele como desejar e coloque em forma untada e enfarinhada, deixe crescer novamente.
Caso deseje, pincele os pães com ovo batido, polvilhe com açúcar cristal e leve para assar em forno pré-aquecido, temperatura média, até que fiquem douradinhos.


Espero que gostem. 
Beijocas e até a próxima! :)



29 de julho de 2017

Pão de Espinafre


Eu adoro criar receitas. ADORO!
Dificilmente faço algo seguindo receitas e com pães não é diferente. Esse aqui é um bom exemplo: fui fazer um pãozinho de leite, lembrei do espinafre em pó que eu tinha e pensei que seria lindo ter um pão verde. 
O pão ficou ótimo, fiz torradas, queijo quente, pão de hambúrguer e as sobras viraram farinha de rosca.
Espero que gostem. ^^


Pão de Espinafre da Máh

1 xícara de leite morno
10g (1 envelope)de fermento biológico seco
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
2 colheres (sopa) de óleo vegetal
1 ovo
1/2 colher (chá) de sal
3 colheres (sopa) de espinafre em pó*
Farinha de trigo até dar o ponto
Ovo batido e sementes de papoula para finalizar (opcional)

Como fazer?
Misture o leite com o açúcar e o fermento e deixe descansar por 5-10 minutos.
Junte a manteiga, o óleo, o ovo, o espinafre em pó, 1 xícara de farinha e mexa bem com uma espátula.
Junte o sal e vá juntando a farinha de trigo aos poucos, mexendo bem.
Quando a massa começar a ficar pesada, coloque na bancada e comece a sovar.
A massa desgruda das mãos, mas se mantém úmida, cuidado para não colocar farinha demais.
Sove o pão por pelo menos 10 minutos.
Coloque a massa numa tigela, cubra com um pano limpo ou filme plástico e deixe num lugar morno para descansar por 1 hora ou até dobrar de tamanho.
Molde o pão conforme desejado e deixe descansar mais 1 hora. Caso deseje, pincele com o ovo batido e polvilhe sementes de papoula antes de assar.
Asse em forno pré-aquecido, temperatura média até dourar.
Para saber se o pão está assado, bata no fundo do pão com os nós dos dedos, se fizer um som oco, está assado. 

*caso não tenha o espinafre em pó, use meia xícara de espinafre e bata ele com metade do leite. Use outra metade para misturar o fermento e o açúcar. Depois do descanso, junte o leite batido com o espinafre e siga conforme a receita acima.


Espero que gostem!
Beijocas e até a próxima!

20 de julho de 2017

Banana Bread


Dia desses eu estava procurando o que fazer para o café e vi uma receita de banana bread, mas como eu não tinha bananas em casa, fiquei só na vontade.
Guardei a receita para outro dia, então quando eu tinha as bananas, não tinha as castanhas. Resolvi fazer mesmo assim. Só digo uma coisa: façam!
Embora seja um pão, como é um quick bread, que é um pão de fermentação rápida - tanto que usa fermento químico ao invés de biológico, ele se assemelha muito a um bolo. Independente do que ele é ou deixa de ser, ele é delicioso e ninguém vai resistir.


Banana Bread
(adaptado daqui)

3 bananas pratas maduras

1/2 xícara de açúcar mascavo
1/2 xícara de açúcar cristal
1/4 de xícara de óleo vegetal
2 ovos

2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento químico 
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
2 colheres (chá) de canela em pó

Como fazer?
Amasse bem as bananas. Junte o óleo, os ovos, os açúcares, o sal e a canela e misture bem.
Peneire por cima a farinha junto com o fermento e o bicarbonato. Misture com uma espátula até ficar homogêneo.
Disponha numa forma de pão untada e enfarinhada, leve para assar em forno pré-aquecido em temperatura média. Faça o teste do palito (o meu assou em cerca de 35 minutos).
 

Espero que gostem!
Beijocas e até a próxima! :)