18 de maio de 2017

Bolo de Coco Gelado - nova versão


Essa é a receita mais acessada no blog, também pudera, ô trem bom!
Há algum tempo eu faço ele de uma maneira um pouquinho diferente, e como eu acho que ele fica ainda melhor, resolvi trazer essa versão para vocês.
Espero que gostem.


Bolo de Coco Gelado
versão ainda mais gostosa daqui

6 ovos em temperatura ambiente
2 xícaras de açúcar
1 xícara de leite
3 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento químico

Para a calda
1 coco seco
2 xícaras de água quente
1 xícara de leite
1 lata de leite condensado


Como fazer?
Na batedeira, bata as claras em neve até ficarem firmes, vá acrescentando o açúcar até obter um merengue fofo e brilhante. Junte as gemas uma a uma. 
Acrescente o leite e a farinha de trigo intercalados, batendo somente até ficar homogêneo. Quando finalizar, retire da batedeira e incorpore o fermento delicadamente como uma espátula.
Leve para assar em forno pré-aquecido, forma untada e enfarinhada, temperatura média, por mais ou menos 40 minutos (faça o teste do palito).
Rende um bolão! Mais ou menos uma forma de 25x35cm de lateral alta.
Para a calda, bata no liquidificador o coco descascado* com a água por uns 2 minutos. Forre uma peneira com um pano limpo e fino e coe o leite de coco. Torça bem o pano para retirar o máximo de líquido. Reserve o coco ralado.
Junte no liquidificador o leite de coco, o leite e o leite condensado, bata até ficar homogêneo.
Quando retirar o bolo do forno, ainda quente, fure-o todo com um garfo e espalhe a calda por todo o bolo. Espalhe o coco ralado por cima e leve para a geladeira por pelo menos 2 horas, quando mais, melhor.

*Para descascar o coco, retire a água e leve-o ao forno quente até ele rachar. Bata com um martelo e vá retirando a casca. Eu gosto de tirar a 'pelezinha' que fica, mas é opcional.

Dessa vez assei em forminhas individuais. <3
Beijocas e até a próxima! :)




10 de maio de 2017

Pão de iogurte e sementes


Eu não sei muito bem como explicar minha relação com a cozinha. É um misto de amor e obsessão.
Quem me conhece sabe que quando falo de cozinhar meus olhos brilham. Além do extremo amor, cozinhar é minha válvula de escape, o que me mantém com a cabeça no lugar hahaha.
Quando estou feliz, tô na cozinha. Quando estou triste, cansada, estressada, também. É lá que extravaso e relaxo completamente. O corpo pode cansar, mas a mente fica leve como uma pluma.
Bom, todo esse "desabafo" é pra contar pra vocês que um dia desses eu estava meio "borocoxo" e no caminho para casa resolvi que precisava de fazer um pão. Eu, a massa, a alquimia que é prepará-lo e a terapia que é sová-lo. Depois de pronto vi a missão cumprida. Esse pão alimentou minha alma antes mesmo de nutrir meu corpo.
A receita é do blog lindo da querida Akemi, que é onde busco pães com frequência. Delicioso. Ele ficou mais denso, mas não menos delicioso. Ah, e renderam torradinhas maravilhosas, depois.


Pão de iogurte e sementes
(adaptado daqui)

1/2 (5g) envelope de fermento biológico seco
1 colher (sopa) de açúcar
120 ml de água morna
1 colher (chá) de sal
1 copo de iogurte natural (170g)
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1 1/2 colher (sopa) de mel
1 colher (sopa) de gergelim branco tostado
1 colher (sopa) de linhaça
1 colher (sopa) de sementes de papoula
1 xícara de farinha de trigo integral
Farinha de trigo até dar o ponto (de 2 a 2 1/2 xícaras)

Como fazer?

Misture a água com o fermento e o açúcar e deixe descansar até espumar (5-10 minutos).
Junte o azeite, o iogurte, o mel e misture bem. Junte a farinha de trigo integral e o sal. Misture bem com uma espatula. Junte 1 xícara de farinha de trigo e os grãos. Misture bem.
Vá acrescentando a farinha branca aos poucos e quando ficar pesada comece a sovar. Sove por uns 10 minutos, atá a massa ficar lisa, elástica e desgrudando das mãos. Vá acrescentando a farinha conforme necessário, mas cuidado para não acrescentar farinha demais.
Deixa a massa descansar em local morno por mais ou menos 1 hora.
Molde o pão como desejar (eu abri a massa e enrolei como fosse rocambole) e deixe crescer por mais 1 hora (ou até dobrar de tamanho).
Asse em forno pré-aquecido*, temperatura média-alta até dourar. Para saber se está assado, bata com os nós dos dedos no fundo do pão, se fizer um som oco, está no ponto.

*Para deixar a casca crocante, pincelei o pão com água e, quando liguei o forno para aquecer, deixei uma assadeira no 'chão' do forno. Quando coloquei o pão no forno, joguei água fervendo na assadeira que estava lá dentro e imediatamente fechei o forno. Isso cria o vapor que deixa o pão crocante. Após 15 minutos eu tirei a assadeira e deixei terminar de assar. 


Espero que gostem. 
Beijocas e até a próxima! :)