28 de março de 2015

Picanha no sal grosso


Isso nem é uma receita gente, mas é tão boa, mas tãaaaaaaaaaao boa e tãaaao fácil que eu resolvi mostrar para vocês!
Já virou prato clássico da família e é muito simples, se eu fosse você faria agora mesmo, vamos lá?


Picanha no sal grosso

Picanha, peça inteira
Sal grosso, o quanto baste

Só?
Só!
(Se você quiser misturar ervas no sal fica um luxo, já fiz com alecrim, tomilho e orégano #ficaadica)

Como fazer?


Geralmente, 1 kg de sal grosso é o suficiente para uma peça de picanha, mas depende da forma usada. Não use forma grande demais e nem pequena demais. Use mais ou menos do tamanho da peça de carne, para o sal se acomodar bem nas laterais. Eu gosto de forrar bem a forma com papel alumínio (faço isso praticamente em todos os assados) para deixar tudo mais lindo, leia-se: menos uma forma para lavar.
Por cima do papel alumínio faça uma camada uniforme de sal, nem fina e nem grossa, apenas o suficiente para cobrir bem o fundo. Coloque a peça de carne inteira, com a gordura virada para cima. Cubra com o restante do sal até parecer um iglu. Leve para assar em forno alto.
O tempo vai variar, para ficar como na foto, ao ponto, que é como gostamos, ficou 1 hora no forno. Adapte ao seu gosto.
Tire do forno, retire todo o sal, deixe descansar 15 minutos e então fatie.
DELÍIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIICIA!!!!!!!

Ah, eu já fiz com maminha também, ficou mara! :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário